Logo  
Notcias Artigos Calendrio Frum Websites Downloads Imagens Votaes
  Artigos  
Comunidade
Livro de Visitas
Frum
Eventos
Votaes
Websites
Pessoal
Entrar
Registar
Artigos Minimizar
Favoritos Minimizar
Calendrio Minimizar
Julho
s t q q s s d
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30
31
Grandes Mulheres Portuguesas
Colocado em 08 Setembro 2004 s 10:39:45 por www.asveredas.com.br. | Imprimir Artigos Enviar a um amigo

Florbela Espanca nasceu em Vila Viosa, a 8 de Dezembro de 1894, sendo batizada, com o nome de Flor Bela Lobo, a 20 de Junho do ano seguinte, como filha de Antonia da Conceio Lobo e de pai incgnito. em Vila Viosa que se desenrola a sua infncia. Em Outubro de 1899, Florbela comea a freqentar o ensino pr-primrio, passando a assinar Flor d'Alma da Conceio Espanca (algumas vezes, opta por Flor, e outras, por Bela). Em Novembro de 1903, aos sete anos de idade, Florbela escreve a sua primeira poesia de que h conhecimento, A Vida e a Morte, mostrando uma admirvel precocidade e anunciando, desde j, a opo por temas que, mais tarde, vir a abordar de forma mais complexa. Ainda no mesmo ano, Florbela comea a escrever uma poesia sem ttulo, o seu primeiro soneto.

Conclui a instruo primria em Junho de 1906, entrando para o atual sexto ano de escolaridade em Outubro do mesmo ano. No ano seguinte, Florbela aponta os primeiros sinais da sua doena, a neurastenia; alm disso, escreve o seu primeiro conto, Mam!. Em 1908, Antonia Lobo, a me de Florbela morre vtima de neurose, aps o que a famlia se desloca para vora, para Florbela prosseguir os seus estudos no Liceu Andr Gouveia, com o chamado Curso Geral do Liceu, cuja sexta classe (prxima do 10 ano atual) completa em 1912. Entretanto, em 1911, comea a namorar com Alberto Moutinho, mas acaba por se afastar deste, em virtude de uma nova paixo por Jos Marques, futuro diretor da Torre do Tombo. Aps romper com este, no ano seguinte, Florbela reata o namoro com Alberto Moutinho e, a 8 de Dezembro, uma vez emancipada, casa com ele, pelo civil, aos 19 anos.

Em 1914, apesar de algumas dificuldades econmicas, o casal muda-se para o Redondo, na Serra d'Ossa, onde abre um colgio e leciona. Numa festa do colgio, Florbela recita, pela primeira vez, versos seus em pblico. no ano seguinte que Florbela inicia o seu caderno Trocando Olhares, que completa ao longo de cerca de um ano e meio. Em 1916, a revista Modas e Bordados publica o soneto Crisntemos, cheio de alteraes ao original, e Florbela torna-se amiga da diretora e da sub-diretora da revista, Jlia Alves, com quem, alis, inicia correspondncia. Alguns meses depois, torna-se colaboradora do jornal Notcias de vora, e desiste de um projeto intitulado Alma de Portugal, um livro de acentuada carga patritica e que conteria as partes E na Paz e Na Guerra.

Em 1917, aps ter regressado a vora, Florbela completa o atual 11 ano do Curso Complementar de Letras, com catorze valores; apesar de querer seguir essa rea, acaba por se inscrever, em Outubro, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, o que a obriga a mudar-se para Lisboa, onde comea a contatar com a vida boemia. Na seqncia de um aborto involuntrio, em 1919, Florbela tem de se mudar para Quelfes, perto de Olho, onde apresenta os primeiros sintomas srios de neurose. Pouco depois, o seu casamento desfaz-se e Florbela decide ir para Lisboa prosseguir o curso, separando-se do marido, e passando a conhecer a rejeio da sociedade. Em Junho de 1919, depois de alguma correspondncia trocada com Raul Proena, sai a lume o Livro de Mgoas; posteriormente, completa o terceiro ano de Direito. No ano seguinte inicia Claustro das Quimeras; simultaneamente, passa a viver com Antnio Guimares, em Matosinhos, com quem se casa em 1921, aps o primeiro divrcio.

De volta a Lisboa, em 1923, Florbela v publicado o Livro de Soror Saudade, mas tem de se mudar rapidamente para Gona, perto de Guimares, para se tratar de um novo aborto. Assim, Florbela separa-se do marido, que pede o divrcio, oficializado em 1924; isso leva a que a famlia de Florbela no lhe fale durante dois anos, o que a abala muito.

Em 1925, depois de se ter mudado para a casa de Mrio Lage em Esmoriz, casa com ele, pelo civil e, depois, pela Igreja. Dois anos depois, enquanto Florbela traduz romances franceses para a Livraria Civilizao no Porto (que publica oito trabalhos seus), e prepara O Domin Preto, o seu irmo falece, o que a torna uma mulher triste e desiludida e inspira As Mscaras do Destino. Enquanto a relao com o marido se desgasta progressivamente, a neurose de Florbela agrava-se bastante; neste perodo que, possivelmente, se apaixona pelo pianista Lus Maria Cabral, a quem dedica Chopin e Tarde de Msica; talvez por isso, tenta suicidar-se. Em 1929, Florbela passa por Lisboa, onde lhe recusada a participao no filme Dana dos Paroxismos, de Jorge Brum do Canto, e segue para vora, onde, em 1930, comea a escrever o seu Dirio do ltimo Ano. Passa, ento a colaborar nas revistas Portugal Feminino e Civilizao, e trava conhecimento com Guido Battelli, que se oferece para publicar Charneca em Flor. J em Matosinhos, Florbela rev as provas do livro, depois da segunda tentativa de suicdio, em Outubro ou Novembro, perodo em que a neurose se torna insuportvel e lhe diagnosticado um edema pulmonar. A 8 de Dezembro, dia do nascimento e do primeiro casamento, Florbela suicida-se, cerca das duas horas, com dois frascos de Veronal.

 

 

Voltar
 
Nome Utilizador Minimizar
Nome Utilizador
Palavra-Passe
Memorizar Login
Esqueceu-se da Palavra-Passe?
Email
Registar
Membros Minimizar
Nmero de Membros: 546
-Activos:537
-Inactivos:9
Nr Visitas : 485014

Membro Aleatrio
Contadores Minimizar
Cliques Visitantes
Hoje 218 62
Ontem 1.214 296
Dia Top 19.262
(27/01/10)
35.670
(27/01/10)
Total 1.705.699 1.182.290
Online Minimizar

Staff Staff | Membros | Visitantes | Masculino | Feminino
GeoIP Data file Minimizar
Visubox Minimizar
Citao Aleatria Minimizar

 

 

 Ligue 180 auxilia mulheres vítimas de violência

Ligações à Central de Atendimento à Mulher
podem ser feitas gratuitamente de qualquer parte do País.

O serviço funciona diariamente, 24 horas, inclusive nos feriados
e finais de semana.

 

------

----

 

Imagem Aleatria Minimizar
Porto - Portugal
 
 © 2002-2014 - Contactar Proprietrio do Site - matheusmelo (a) portalmulher.net - Desenhado com ASP-Nuke community v1.4 SP4
Termos de Servio - Poltica de Privacidade - Direitos (Copyright)
Pgina processada em: 0,6709 segundos.
 
Verso de Impresso Verso de Impresso